Competição está longe de ter um final

Reunião entre FGF e Governador não da grandes esperanças de retorno

Por Sidney 05/05/2020 - 17:58 hs
Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Competição está longe de ter um final
Reunião aconteceu nesta terça

 

O Gauchão está longe de recomeçar nesta terça-feira, dia 5, o Presidente da FGF, Luciano Hocsman, se reuniu com o governador Eduardo Leite no Palácio Piratini. Na reunião ainda estavam o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e do secretário do Esporte e Lazer, João Derly.

 Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

A reunião foi de ideias e protocolos para a volta do futebol nos gramados do Rio Grande do Sul.

“Como estamos justamente neste momento fazendo a análise das atividades econômicas para estabelecer o protocolo para cada uma das bandeiras a partir do novo modelo de distanciamento controlado, nós vamos avaliar a sugestão da FGF e considerá-la para o nosso próximo decreto, que deve ser divulgado até sexta-feira”, afirmou o governador ao final da reunião.

A competição segue parada deste o dia 16 de março por conta da pandemia de coronavírus, a esperança fica na inclusão do Gauchão no modelo das atividades retomadas se houver condições mínimas de segurança para os atletas, equipes e todos os profissionais envolvidos nos jogos.

 Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

O governador falou distanciamento controlado vai dividir o Rio Grande do Sul em 20 regiões, estabelecendo níveis de restrição proporcionais a cada uma conforme o avanço do vírus e a ocupação de leitos.

O que torna especialmente difícil conseguir enxergar um retorno seguro ao futebol é que o campeonato estadual precisa de uma regra uniforme para o território gaúcho e o novo protocolo não vai pela uniformidade do território estadual, mas pela regionalização. Consequentemente, cada região poderá estar obedecendo, por uma semana, um protocolo mais rigoroso do que outra região, o que poderá comprometer as condições de se fazer o campeonato”, apontou o governador.

 Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

A proposta da FGF será analisada pelo setor técnico do governo responsável pelos protocolos do modelo de distanciamento controlado. A liberação se ocorrer pode acontecer no boletim de sexta-feira, dia 8,  quando o executivo estadual vai dar um parecer.

Na medida da Federação tem um prazo, caso volte a bola a rolar, para a preparação dos atletas  se acostumarem aos protocolos  de  treinamentos e com a volta levaria cerca de  37 dias para ser finalizado.