Inter deixa vitória escapar em lance infantil

VAR tira a vitória colorada

Por Sidney 06/09/2020 - 19:46 hs
Foto: Ricardo Duarte / Inter
Inter deixa vitória escapar em lance infantil
Inter mesmo com empate fica na liderança

 

O Internacional empatou em 2 a 2 diante do Bahia neste domingo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, em partida realizada no Beira-Rio, o Colorado teve a vitória na mão até os minutos finais, mas viu o adversário empatar o jogo em cobrança de pênalti  marcada pelo VAR, nos acréscimos.

O Bahia abriu o marcador, aos 19 minutos, quando Zé Gabriel saiu jogando errado e Daniel fez o desarme e passou para Rodriguinho passar pelo goleiro Marcelo Lomba e bateu de canhota para o gol vazio.

A equipe mandante empatou ainda na primeira etapa, aos  27minutos, quando Thiago Galhardo cruzou para Patrick completar de cabeça e deixar tudo igual o marcador. Na segunda etapa o Internacional virou o placar, aos 22 minutos, quando Victor Cuesta sofreu contato de Gregore e caiu na área. Braulio da Silva Machado assinalou a penalidade e ainda foi à cabine do VAR confirmar a marcação. Na cobrança Thiago Galhardo bateu firme no alto para colocar o Colorado em vantagem.

No final da partida, nos acréscimos, aos 50 minutos, o árbitro foi chamado pelo VAR. Na cabine, ele viu Élber ser derrubado por Rodinei na área e assinalou o pênalti. Na cobrança, Clayson bateu no cantinho para igualar o jogo

Mesmo com o resultado, o Inter mantém a liderança isolada da competição, agora com 17 pontos. A equipe de Eduardo Coudet agora se prepara para encarar o Ceará, às 19h15 de quinta-feira, também no Beira-Rio

Local: Beira-Rio, Porto Alegre-RS

Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)

Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SP) e Éder Alexandre (SC)

VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

Cartões amarelos: Nino Paraíba e Ronaldo (Bahia); Zé Gabriel e Rodinei (Internacional)

Gols: Rodriguinho, aos 19 do 1ºT e Clayson, aos 51 do 2ºT (Bahia); Patrick, aos 27 do 1ºT e Thiago Galhardo, aos 22 do 2ºT (Internacional)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel (Rodinei); Jhonny (Rodrigo Moledo), Edenílson, Patrick (Abel Hernández) e Boschilia (Marcos Guilherme); Thiago Galhardo e D’alessandro (Peglow).Técnico:  Eduardo Coudet

BAHIA: Matheus Claus; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Edson), Daniel (Rossi) e Rodriguinho (Fessin); Élber e Gilberto (Clayson). Técnico: Cláudio Prates